Existe alguma diferença entre vinhos chamados 'pink', 'blush' ou 'rosé'?

Caro Dr. Vinny,

Um profissional da indústria do vinho me disse que os vinhos tradicionalmente 'rosados' eram feitos pela mistura de vinhos tintos e brancos para fazer vinhos 'blush'. Ele sugere que 'rosé' se refere a um processo que envolve o contato de curto prazo com as cascas das uvas vermelhas. Mesmo assim, li que 'rosé' é a palavra e o processo tradicionais. Existe alguma validade em sua opinião?



—Angela, Alexandria, Va.

Cara Angela,

Os termos 'rosa', 'blush' e 'rosé' descrevem vinhos que não são nem tintos nem brancos, mas algo intermediário. Mas 'rosé' não se refere a um processo. Rosés às vezes podem ser feitos misturando vinho tinto e branco, mas a maioria são vinhos secos feitos de uvas de vinho tinto, com exposição limitada à casca para que a cor permaneça pálida. O termo 'blush' era usado para se referir especificamente a vinhos feitos de uvas de vinho tinto que só adquirem um 'blush' de cor, mas em algum lugar ao longo da linha ele começou a se referir a rosés que estavam com o lado ligeiramente doce. Hoje em dia, todos os três termos são usados ​​mais ou menos indistintamente, mas deixe-me lhe dar uma dica -'rosé 'está na moda e' corar 'é ultrapassado.



—Dr. Vinny