Vinho AOC: decodificando classificações de vinhos franceses

Quando se trata de vinhos AOC e classificações francesas, pode parecer muito complicado muito rápido. Mas se você conhece alguns princípios básicos, verá que a compreensão vem com bastante facilidade. Além disso, vai ajudá-lo a beber um vinho melhor!


French-Wine-Folly-Classifications-AOC-Appellation

As três classificações básicas de vinhos na França.



deus grego da comida e do vinho

O que é vinho AOC?

Você já comprou vinho e notou as palavras AOC em algum lugar do rótulo?

AOC é a abreviação de Denominação de Origem Controlada, e refere-se a padrões estabelecidos para vinhos produzidos na França. Existem 363 AOCs para vinhos e destilados na França, que controlam tudo, desde como as uvas são cultivadas até quais variedades de vinho estão na garrafa.

A classificação do vinho francês está correlacionada com a DOP (Denominação de Origem Protegida) da União Europeia, que protege todos os tipos de especialidades alimentares regionais, como o queijo Parmigiano-Reggiano na Itália.



Na França, existe um órgão de governo denominado INAO: o Instituto Nacional de Origem e Qualidade. Esta filial do Ministério da Agricultura da França garante qualidade para vinhos, queijos e outros produtos alimentícios.

French-Wine-folly-Classifications-crus-Appellation

Várias regiões da França criam níveis de classificações de qualidade dentro da AOC.

Designações de Vinho AOC

Dentro do próprio AOP, você encontrará várias designações que refletem a localização e a qualidade.



Aprenda minhas técnicas para degustar vinhos

Aprenda minhas técnicas para degustar vinhos

Aproveite os cursos online de aprendizagem de vinhos da Madeline no conforto da sua cozinha.

Compre agora
  • Regional: Isso se refere ao sentido mais amplo de um AOC. Exemplos: Bordéus, Borgonha.
  • Sub-regional: Dentro dessas regiões, existem sub-regiões menores conhecidas por vinhos ou terroir mais específicos. Exemplos: Sub-região do Médoc de Bordeaux, sub-região de Chablis da Borgonha.
  • Município / Aldeia: Estreitando ainda mais dentro de uma sub-região, essas áreas às vezes têm apenas alguns quilômetros de extensão. Exemplos: Pauillac em Médoc, Côtes d´Auxerre em Chablis.
  • Classificação especial: Um AOC pode ser especificado para qualidade neste ponto, indicando um Cru, que se refere a um vinhedo específico ou grupo de vinhedos tipicamente reconhecido pela qualidade.

    aoc-wine-folly-french-wine-label

    diferença entre merlot e cabernet

    De onde veio o AOC?

    Em um esforço para controlar a reputação do vinho e de outros alimentos culturais, a França estabeleceu o INAO em 1935. O apoio à criação do próprio AOC foi em grande parte devido ao enólogo Barão Pierre Le Roy, levando ao primeiro AOC designado: Chateauneuf Pope.

    Em 1937, o estabelecimento do AOC para regiões vinícolas clássicas como Bordeaux, Borgonha e Champagne ocorreu, estabelecendo padrões e regras que ainda estão em vigor hoje.

    Por exemplo, as leis AOC garantem que se você comprar uma garrafa de vinho francês com o rótulo 'Champagne', você receberá um vinho espumante feito no método tradicional da região de Champagne com Chardonnay, Moleiro, e / ou Pinot Noir. (E isso é apenas arranhar a superfície dos padrões.)

    é pinot noir um vinho branco

    igp-wine-folly-french-wine-label

    O que é um IGP?

    Há outra camada de vinho francês que vale a pena investigar, chamada de vinhos IGP. Este nome de classificação significa Indicação Geográfica Protegida ou “Vin de Pays” como um “vinho do interior”.

    IGP lista 74 áreas geográficas e 150 designações exclusivas. Alguns exemplos incluem Pays d'Oc, Comté-Tolosan e Val de Loire.

    Os vinhos regionais IGP permitem mais castas e um conjunto de normas menos rigoroso na criação do referido vinho. Isso significa que há menos regras, o que leva a uma variação muito maior na qualidade do que geralmente veríamos em um vinho AOC. Em alguns casos raros, os produtores escolhem essa classificação porque seus vinhos estão fora do conjunto de regras para AOC.


    Qual é a diferença entre AOC e IGP?

    Se um AOC se refere a locais específicos e regras específicas, um IGP amplia essas regras. Normalmente, um IGP vem de uma área maior com menos regulamentos sobre o cultivo de uvas e variedades permitidas. Por este motivo, é bastante comum para um vinho francês IGP listar quais variedades de uvas são usadas no rótulo.

    Por exemplo, com uma garrafa de vinho da sub-região de Bordéus de Sauternes, você geralmente sabe o que esperar: um vinho branco doce concentrado por botrytis, feito com até três uvas específicas. No entanto, um vinho do IGP de Pays d'Oc pode referir-se a um vinho branco, tinto ou rosé de vários estilos e variedades de uvas.

    Isso não significa que você irá automaticamente prefira um vinho de um AOC sobre um de um IGP. Apenas que os padrões definidos no AOC são mais específicos.


    wine-folly-french-wine-label

    O que é Vin de France?

    Tecnicamente falando, Vin de France tem a posição de qualidade mais baixa de todos os vinhos franceses. Vin de France se refere a vinhos de mesa básicos sem nenhuma região específica atribuída a ele. Com essas designações, a única garantia que você obtém é que o vinho em si é da França. As uvas podem vir de várias regiões e os padrões de vinificação são os menos rígidos de todos.

    Na verdade, se as vinícolas classificam seus vinhos como 'Vin de France', não têm permissão para listar as origens das uvas. Na maior parte, estes são os vinhos de qualidade mais baixa da França.

    custo de uma garrafa de champanhe cristal

    Em casos raros, as vinícolas francesas optam por “resistir ao sistema” e criar um vinho totalmente único que não segue as regras. Esses vinhos são desclassificados para Vin de France. Este cenário exato aconteceu com a safra 2015 do produtor Graves – Bordeaux, Liber Pater, que usou uvas regionais antigas não permitidas oficialmente nos vinhos de Bordeaux. Mesmo assim, a vinícola os vendeu por US $ 5.500 a garrafa!


    Conjunto de padrões da França

    Leis de classificação como a AOC são parte do que estabelece a reputação da França como produtora de vinhos de qualidade confiável.

    E embora não existam regras que digam que um AOC será sempre o seu favorito pessoal, esses regulamentos de vinho têm sido muito influentes na forma como os vinhos de outras regiões operam em todo o mundo.